HISTÓRIA

NETWORKS

Localização

E assim nasceu o Museu do Xadrez

 
Xadrezistas, é verdade! Vamos finalmente ter o museu dedicado ao xadrez! Era minha preocupação de há muito a não existência de um espaço onde se pudesse entregar os espólios escaquísticos que abundam por este nosso Portugal! Espaço que desse a todos garantias de conservação e exposição. Confesso que durante anos com ajuda de alguns amigos injectei a ideia em muita gente e organismos, normalmente autarquias. Provoquei os detentores de espólios mais representativos. Todos concordavam mas a execução não acontecia! Recordo as conversas sobre este tema entre mim, Carlos Dias e António Curado. Os três possuidores de espólio que junto dava para preencher mais que um museu! São: tabuleiros, peças, relógios, livros, revistas, postais, selos, quadros, troféus, medalhas, fotografias, computadores, filmes, e muitas coisas mais! A nossa preocupação era! Quando partimos desta vida, para onde irá tudo o que temos? Provavelmente para o lixo, isto em grande parte dos casos! Pontualmente um descendente ou outro pensará com interesse e carinho naquilo que pertencia ao pai, marido, avô, irmão, filho, etc. Mas a maioria, está-se borrifando para os maníacos do xadrez. Depois vieram as conversas com o Rui Silva amigo do coração sobre a hipótese do museu na sua autarquia. Tudo isto coincidente com o drama de Álvaro Gonçalves o mais forte xadrezista da sua região. Há dias, tinha acabado de conquistar o título de campeão nacional de veteranos, recebi um telefonema que me emocionou. Era o Rui Silva presidente da Câmara Municipal de Figueiró dos Vinhos que me disse. José Bray, quero-te informar que a Autarquia que lidero decidiu avançar com o museu do Xadrez, contamos com tua colaboração neste processo. O museu terá a designação de “Doutor Álvaro Gonçalves” será instalado na casa José Malhoa estando a inauguração prevista para 24 de Junho de 2013 dia do concelho. Fiquei muito feliz, trocava todos os meus títulos pelo nascimento de um museu dedicado ao xadrez! Está a acontecer a realização do meu sonho! Amigos xadrezistas, agora já podem partir descansados, que o vosso espólio não tem o lixo como destino. José Bray, Outubro 2012